Novembro azul

Depois de um Outubro Rosa voltado a informação e a prevenção do câncer de mama, o Novembro é Azul para chamar a atenção dos homens contra uma doença que infelizmente ainda é cercada de muitos preconceitos.

O Congresso Nacional promoveu hoje duas homenagens ao Novembro Azul, campanha de conscientização sobre o câncer de próstata, que ocorre durante todo este mês. A primeira foi uma sessão solene para lembrar a importância da prevenção da doença. Logo após, o prédio foi iluminado de azul em sinal de apoio à iniciativa.

O Congresso Nacional promoveu duas homenagens ao Novembro Azul, campanha de conscientização sobre o câncer de próstata, que ocorre durante todo este mês. A primeira foi uma sessão solene para lembrar a importância da prevenção da doença. Logo após, o prédio foi iluminado de azul em sinal de apoio à iniciativa.

salvador azul

A campanha Novembro Azul busca a conscientização sobre o diagnóstico precoce de tumores na próstata e sobre a importância de combater esta doença. O problema é que alguns tabus impedem muitos homens de frequentarem o urologista para a realização do exame, que é de extrema importância para o diagnóstico.

cristo-redentor-azul

Como muitos preconceitos surgem da falta de informação, é importante ficar atento para dados importantes sobre esta doença:

– O câncer de próstata não pode ser prevenido. Por isso, realizar os exames periodicamente é a melhor forma de combater a doença. Alimentação saudável e prática de esportes ajudam a diminuir o risco da doença.

– Segundo as estatísticas, cerca de 10% dos homens acima de 50 anos desenvolvem o câncer de próstata, aumentando para 50% entre os homens com 75 anos.

– De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), detectar o câncer de próstata em estágios iniciais aumenta as chances de cura em 90%.

– Não há nenhum outro exame que substitua o de toque. Este é o exame mais eficaz. Existe também o PSA, um exame de sangue específico, porém somente ele não é suficiente para fazer o diagnóstico completo. Estes exames são complementares e os dois devem ser feitos.

– A recomendação do Ministério da Saúde é que os exames de toque e PSA sejam realizados anualmente por homens a partir de 50 anos, ou a partir dos 45 se você faz parte do grupo de risco (obesidade, histórico familiar e etnia negra).

Escrito por Kellen Caldas