O casamento e as crianças

O encanto provocado pelos pajens e daminhas no cortejo de uma cerimônia de casamento sempre é percebido por todos.

Crianças ricamente vestidas conduzem alianças, levam placas, balões, bouquet de flores ou de guloseimas. Também entram nas igrejas com brinquedos que remetem a inocência neles visualizadas ou representam a infância dos noivos.

casamento criancas2

casamento criancas 4
Mas o encanto gerado, em alguns casos pode causar um momento “tenso” e que deve ser solucionado.

O melhor sempre é deixar a criança a vontade, fazer o que ela quiser naquele momento. Se quiser entrar com as demais crianças muito bem, se não quiser também.

Todos nós temos certo receio do novo e imagine uma criança que mesmo imbuída e feliz com seu vestido ou terno novo se depara com uma igreja, que já não é seu habitat natural, lotada de pessoas que não fazem parte do seu convívio e todas olhando para ela. Algumas desistem, e tenha certeza, quem fica mais frustrado são os pais.

Já passei por situações em que a criança estava linda, feliz, saltitante com seu vestido novo, imenso, mas que no momento de entrar na igreja não quis e respeitamos a sua vontade, depois desejou ficar no altar com as outras crianças e assim o fez.
casamento criancas 1
O ideal para esse momento é termos crianças a partir de 5 anos, estas estão mais habituadas e sentem-se mais a vontade com as pessoas diferentes de seu convívio habitual. Mas tenho absoluta certeza que eles são um encanto e que fazem uma grande diferença.
casamento criancas 6
Amo minhas crianças!!! Daminhas e pajens seus sorrisos, sua seriedade, suas birras, seus medos, seus carinhos e seus abraços são um encanto para todos!!!!

Escrito por Josias Ribeiro

josias Ribeiro

Josias da Costa Ribeiro é Relações Públicas formado pela Universidade Federal de Santa Maria.Com cursos na área de Cerimonial e Protocolo, atua no setor buscando sempre a realização de um grande evento para seus clientes e amigos. Atualmente presta serviços como Consultor, Assessor, Cerimonialista e/ou Celebrante, para que tudo aconteça como imaginado e planejado no seu evento.